BEDA #09 – Atuação e dublagem em animes

O que seria de nossos animes favoritos sem nossos seiyuu favoritos? E aí, vamos falar um pouco sobre dublagem?

maskcopy

Dublagem é o tipo de coisa que vai te chamando a atenção só depois de assistir muito anime. Principalmente quando se cria o hábito de vê-los em japonês com legendas em português. Assim, você não só nota as distinções entre a (respeitável, salvo exceções) dublagem brasileira e a japonesa, como também percebe a importância desse trabalho no resultado final. Você começa a reconhecer algumas vozes, e eventualmente procura o nome e o currículo de um dublador ou dois. E aí vai se interessando cada vez mais por dublagem; então, com alguma pesquisa, percebe que há todo um universo por trás da voz dos seus personagens preferidos: o cuidado do dublador em transmitir cada emoção com clareza, o profissionalismo de associar um personagem de série ou franquia longa sempre com um mesmo dublador, o tratamento de rockstar que recebem os seiyuu no Japão, e assim por diante.

Até que, um dia, você chega ao cúmulo de ser convencido a assistir um anime só por admiração a um dublador. E, com isso, percebe que o apelo da dublagem para um espectador não é muito diferente do apelo que atores podem ter; por exemplo, quantos filmes obscuros eu não rastreei só por saber que Tom Waits estaria neles? É natural: você gosta do ator, ou do dublador, e vai atrás do trabalho dele. Tive isso com Kuzu no Honkai, depois de saber que Anzai Chika dublaria a protagonista. E um dia ainda assistirei Durarara!! só por causa de Miyuki Sawashiro (a Iwasawa de Angel Beats! e a Inaba de Kokoro Connect), dona da voz mais sexy que já ouvi na vida.

hqdefault

Miyuki Sawashiro

 

Contudo, dublagem e atuação também podem ser comparadas e entrelaçadas no que tange à interpretação do profissional. Quero dizer, assim como diferentes atores dariam uma “cara” diferente a um mesmo personagem de um mesmo script, o mesmo pode se dizer sobre dublagem. A capacidade do dublador de interpretar um personagem, de “atuar”, pode convergir numa obra mais rica e com mais nuances no fim das contas. A boa dublagem, imagino, é aquela que não necessariamente arranca emoções extremas de toda cena, mas aquela que pontua bem os momentos importantes. Nem aparece demais, nem aparece de menos. É claro que varia de personagem para personagem, mas discrição me parece fundamental quando temos outros milhares de fatores em conta numa peça audiovisual.

Para exemplificar, falarei sobre dois dos animes de 2017 que mais gostei até agora, e que possivelmente estejam entre os melhores na lista de muita gente. Eles são Kuzu no Honkai (que já analisei aqui e aqui) e a 2ª temporada de Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu (sendo que a 1ª foi explorada aqui). Sobre Kuzu no Honkai, é graças à dublagem que a Hanabi do anime possui certas diferenças pra do mangá. Sua dubladora, Anzai Chika, anteriormente interpretou Reina em Hibike! Euphonium, uma personagem introvertida, fechada, tímida, que fala quase que pra dentro. Agora, com a igualmente introvertida Hanabi em Kuzu no Honkai, Anzai Chika se deparou, porém, com um arco dramático que explora inúmeras facetas e até desvios de personalidade dessa personagem. Tanto que, no mangá, o ar introvertido de Hanabi se perde um pouco em seu ápice de megalomania, quando sente ter perdido Mugi e seu Onii-chan para Akane. A essa altura do mangá, eu imaginava Hanabi com uma voz diferente, mais firme e autoconfiante, como se estivesse tentando imitar o tom dissimulado de Akane. Entretanto, no anime, a interpretação de Anzai Chika tem uma nuance que eu não tinha pensado enquanto lia o mangá: o momento em que Hanabi se deixa seduzir pelo poder é o momento em que a personagem mais se afasta de si mesma, então naturalmente sua voz fica ainda mais retraída e tímida. Foi um toquezinho sutil, que adorei, pois me surpreendeu. Mesmo se entregando a ilusões de grandeza, Hanabi sempre foi, no fundo, apenas uma mocinha melancólica e fechada, como a própria Reina, ligação que Anzai Chika fez desde o começo, resultando numa interpretação digna.

d6e629ffb4ed61869f230c034a7d6f19

Anzai Chika, divulgando Kuzu no Honkai (クズの本懐)

 

Em Shouwa Genroku Rakugo Shinjuu, a dublagem também merece destaque como atuação. Afinal, é só pensar que rakugo é um tipo de expressão artística que envolve, em muito, a voz e suas pequenas variações, que compõem cada personagem interpretado pelo ator de rakugo no palco. Contudo, o que realmente impressiona, principalmente na primeira temporada, é o inacreditável fato de Akira Ishida ter dublado Kikuhiko em TODAS as passagens da vida do personagem (exceto quando criança). Agora, vale dizer que Ishida possui décadas de experiência em dublagem e um extenso currículo; mas não deixa de ser notável sua versatilidade em dublar um mesmo personagem passando pela adolescência, fase adulta em torno dos 20 anos, fase adulta em torno dos 50 anos, e por fim a fase idosa. Ishida, e isso eu acrescento pela curiosidade, é o dublador de Kaworu Nagisa, em Evangelion. Sim, o bishounen clássico não foi dublado por um jovem bonitão. Ishida é, sem dúvida, um monstro da dublagem – e está de volta na segunda temporada de Rakugo, admiravelmente dublando um Kikuhiko de 70 anos de idade.

c8befad24d0c49125982ab6e9cae3a30

Akira Ishida

 

Enfim, espero que tenha conseguido ilustrar bem a correlação que vejo entre dublagem e atuação. O assunto rende, e eu poderia prosseguir com outros incontáveis exemplos. Caso você também tenha alguns, não deixe de comentar. E também não deixe de acompanhar o BEDA e de sempre voltar ao Otaku Pós-Moderno. Até mais!

Um comentário sobre “BEDA #09 – Atuação e dublagem em animes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.