BEDA #01 – Com o pé esquerdo também se começa!

Que tal pegar uma ideia maluca e segui-la à risca? Bem, é disso também que se faz um otaku! Afinal, quer melhor treino pra escrita do que o BEDA?

mask copy

Como bem explicado aqui pelo Sano, o BEDA (Blog Everyday April) é a suicidante tentativa de publicar um texto por dia durante todo o mês de abril. Uma ideia que conheci ano passado, através do Anikenkai. E esse ano tentarei reproduzir a empreitada! Agora, é bom esclarecer que eu sei muito bem que estou atrasado. Sim, incrível, atrasado já na primeira postagem. Ontem foi 1º de abril e, considerando esse ser o dia universal da mentira, me parece natural que os próximos 29 dias (e tomara deus 29 posts) sejam, deixe-me ver, mais verdadeiros. Assim, como todo bom brasileiro, vou fazer um belo de um remendo e fingir que não me atrasei. Utilizarei esse dia 2 de abril para postar duas vezes no blog: BEDA #01 e BEDA #02.

giphy

Fiz um roteiro(?) aproximado — e vale admitir que o nome do arquivo .doc de fato se chama “roteiro(?) aproximado” — para impedir que meu compromisso diário com o BEDA escape pela janela, e a parte engraçada é que somente dez dos 30 tópicos contidos nesse arquivo estão preenchidos. Ou seja, este será um filme que começa a ser gravado sem o script final. Tipo Evangelion (dizem)… Ou, uma experiência que, imitando a vida, progredirá e assumirá novas formas pelo caminho, sem obrigatoriamente se ater a um planejamento ideal. De novo, BR sendo BR. E com orgulho.

tumblr_n80ecabD3i1rll7syo1_500

Se ainda é válido me defender, quero adereçar a boa razão para tal atraso. Ontem, e em todos os últimos sábados, viajei a Piracicaba (uns 170km de São Paulo, onde moro) para cursar minha pós-graduação em Literatura e Outras Linguagens Artísticas. E o que isso tem a ver com o blog, com animes, mangás e cultura otaku? Bem, a meu ver, tudo. É claro que se eu tivesse encontrado uma pós, ou mesmo uma graduação, especificamente sobre Gundam, por exemplo, seria um sonho glorioso se realizando. Porém, como no mundo real robôs gigantes (ainda) não são matéria de estudo acadêmico, por quê não cursar algo ligeiramente aplicável às suas paixões mais pessoais? No fundo, estudar algo nos completa quase sempre por aproximação, dificilmente por exatidão. Ainda mais quando se é um otaku, algo tão “de nicho”. No entanto, nesse meu início das aulas, já consegui traçar alguns ótimos paralelos entre o foco do curso — literatura e artes como um todo — com animes e mangás. E o melhor é que o resultado disso se traduzirá, com o tempo, aqui no blog!

tumblr_oj4rn1zLuK1tndn6wo2_500

Enfim, perdoem se o texto ficou pessoal demais. Mas talvez essa seja uma boa abordagem para o BEDA. Uma que o Anikenkai adotou, e uma que me parece espontânea, visto que falar literalmente todos os dias sobre um assunto — no caso, cultura otaku — fará com que certos tópicos acabem caindo perto de casa, por assim dizer.

Então… torçam por mim! Comentem o que acharam, e acompanhem a odisseia minha e do Sano aqui no Otaku Pós-Moderno!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s