PARTICIPEI DO DESAFIO DO MYANIMELIST E OLHA NO QUE DEU

E aí pessoal, tudo bem? O Diddy me pediu para contar a experiência que foi participar do Anime Watching Challenge de 2016 e é pra isso que eu fiz essa postagem.

Caso alguém não saiba, o MyAnimeList (MAL para os íntimos) é um site que serve para o usuário listar os animes e mangás que assistiu e leu, também o que está acompanhando e ainda vai fazer isso, e também os que tão pausados ou largados. Nele você coloca também a nota, prioridade, quando começou e terminou, quantas vezes reassistiu e por aí vai. No seu perfil você pode colocar quais são os seus animes, mangás, personagens e pessoas (dubladores, diretores, mangakás…) favoritas, assim como adicionar amigos como em uma rede social.

Não só tem isso tudo, como eles têm uma comunidade, que é um fórum. No fórum tem todo ano um desafio para você completar. No desafio tem várias categorias que você mesmo pode escolher e os desafios. Ano passado eram as categorias Easy, Medium e Hard, nas quais o usuário deveria cumprir 20, 35 ou todos os 50 desafios. Cada um deles usando um anime diferente para cada desafio, e quase todos (com duas exceções) são animes que o usuário começou e terminou de assistir durante o ano de 2016.
Fora os desafios, tinha também os desafios extra que eram um acréscimo pra dar aquela encorpada ao desafio. Não eram necessários para fechar o desafio, mas foi algo que poucos cumpriram todos, e este que vos escreve foi um deles.

Pra ser sincero, eu não lembro de como encontrei o desafio no fórum, pois eu não frequento ele. Mas sei que o encontrei sem querer. Quando vi, não pensei duas vezes, escolhi participar. Li as regras com muito cuidado, ainda mais por não ter o domínio do inglês que gostaria de ter. No dia 16 de janeiro de 2016 eu me inscrevi no desafio.

Escolhi a categoria Hard, pois no Easy e no Medium eu não teria muito trabalho para terminar, e isso seria completamente sem graça, ainda mais com a quantidade de animes que assisto por ano. E óbvio que fiz questão de completar os desafios bônus.
 challengeaccepted


Começando com sorte

Comecei a ver alguns animes já de cara para completar alguns dos desafios. Os primeiros, que eram tipos de anime fáceis de completar, matei de primeira.
Como ver um filme, no meu caso foi Captain Harlock (que tem na Netflix e dublado), ver um anime de curta duração (15 minutos ou menos), no meu caso eu assisti o curtinho de Shingeki no Kyojin. Também tive que assistir um ONA, aí assisti rapidamente Kyou no Asuka Show e na parte de um anime premiado, fui de A Viagem de Chihiro mesmo. Precisa de um prêmio maior que o Óscar pra essa categoria?
Esses animes eu estava pra assistir há um bom tempo e já havia baixado.

Depois fui completando alguns com os animes que eu assisti durante o início do ano até o final da temporada de inverno (final de março). Dei sorte até de ter pego pra assistir no ano passado alguns animes de 2015, como Lupin III, que era do desafio de assistir um anime do ano que o usuário acima ou abaixo da minha postagem entrou (ambos entraram em 2015, por sorte) e o Mobile Suit Gundam: Iron-Blooded Orphans, assim como eu dei sorte em desafios como “Assistir um anime de um estúdio/diretor/compositor de um estúdio que você não conhece”. Ainda bem que eu já estava assistindo Dimension W no início do ano e que ele é bem curtinho.

Heroman Specials foi outro que eu dei sorte de estar assistindo antes de ver o desafio de assistir um anime em que menos de 10.000 pessoas assistiram. Até que foi bom ter enrolado Heroman, a série principal, no final de 2015. Heroman, por sinal, não é um anime que eu recomendo. Queria muito poder recomendar e que Stan Lee tivesse escrito uma história de um anime maneira, mas não foi o caso.

Bom, voltando ao assunto, depois eu fui completando aos poucos com animes que ia assistindo durante as temporadas, como Erased, Durarara!! e tantos outros. Esses eu não tive pressa, pois sabia que terminaria logo e os completaria. Animes curtos da temporada também serviram para completar esse desafio: eu já sou um rato de animes curtinhos (aqueles com poucos minutos de duração), e usá-los para completar os desafios, foi juntar a fome com a vontade de comer.

Duas obras de autores lendários, só uma delas faz jus ao nível do criador

Duas obras de autores lendários, só uma delas faz jus ao nível do criador


Netflix, Crunchyroll e até YouTube dando aquela ajudinha

Outro tipo de anime que entra nessa categoria são os filmes. Eu faço meta de quantidade de filmes que tenho que assistir durante o ano, e nisso entram também os filmes de anime. Usei mais a Netflix (sim, ainda faço um post sobre os animes de lá, calma) para assistir vários deles. E com isso fui assistindo muita coisa boa, coisas que estavam na minha fila da Netflix e fui completando o desafio. Nessa brincadeira eu vi Captain Harlock, como eu escrevi acima, Little Witch Academia, Ponyo (vou comentar abaixo sobre ele) e o último filme de Hunter x Hunter.

Tirando o atraso, fiz isso com alguns curtinhos que estavam no Crunchyroll que não eram da temporada e matei para alguns desafios, como Chitose Get You!!, que eu assisti em um só dia, e Poyopoyo Kansatsu Nikki. O primeiro é engraçadinho, bom pra matar o tempo com algo descompromissado, e o segundo também, mas tem o acréscimo de ser muito fofo. Pra quem curte animais fofinhos, é uma excelente pedida.

Acabei também pegando o hábito de assistir alguns animes no YouTube, como Zeoraima (Meiou Project Zeorymer), Cosmo Warrior Zero, animes dublados e que eu estava há um bom tempo para terminar. Que era algo que eu já estava com saudade de fazer, assistir animes dublados. Ao contrário de muitos otakus novos (alguns não tão novos mais), eu gosto de ver animes dublados, claro que quando a dublagem é muito ruim, fica difícil defender, mas existem mais dublagens boas do que ruins.

Existem bons animes na Netflix

Existem bons animes na Netflix


A passos largos

 

Mas não pensem que não tive trabalho, não, e que eu não enrolei também.
Quando chegou a hora de assistir animes antigos e alguns mais longos, tive que vasculhar algumas coisas. O que me deu mais trabalho foi Legend of The Galactic Heroes. Um anime épico, um dos maiores de todos os tempos, mas como se tratava de algo longo, que precisava ter mais atenção que a média para acompanhar a história, além de serem 110 episódios, demorei uns 3 meses a mais do que deveria pra terminar e isso custou no andamento de outros animes que eu também estava acompanhando, não só os do desafio, como outros longos que eu acompanho por fora, como Detective Conan e Yu-Gi-Oh! Arc-V. Também tive uma má vontade com Hero Tales. Eu estava com o pé atrás porque não sou fã do final do mangá, que eu já li, então, assistindo antes de dormir, demorei o triplo do tempo que deveria.

Outro que levei tempo pra assistir e tive muito trabalho pra terminar foi a segunda temporada de Kyoukai no Rinne. Precisava assistir um anime cujo o personagem tinha a mesma cor de cabelo que eu. Pensei em Haikyuu!! e no especial de Gundam Build Fighters. A cor do meu cabelo é mais próxima do Hinata de Haikyuu!!, mas fui de Rinne, porque eles não iriam diferenciar muito o ruivo do laranja mais claro do mais escuro. Não tive problema com isso, mas demorei pra terminar Rinne. É OK, mas bem abaixo dos animes da Rumiko Takahashi que conhecemos.

 

Talvez um dia faça uma postagem só sobre ele

Talvez um dia faça uma postagem só sobre ele


Ganhando experiência e assistindo coisas novas


Fui fresco pra escolher um anime onde só haviam crianças no elenco principal. No final, acabei indo na mesma da organizadora do desafio e peguei Ponyo, outro da Netflix. Iria pegar o último filme de Pokémon que tinha sido legendado, o do Hoopa, mas eu tinha assistido no dia 1º de janeiro e havia me inscrito no dia 15 do mesmo mês, então preferi jogar seguro. Tentei ver se outros animes que eu estava assistindo se encaixavam na mesma categoria, mas achei melhor não.

Mas esse tipo de erro eu não vou tornar a repetir. Por isso que eu demorei mais do que devia para terminar o desafio. Embora não tenha sido só isso, já que no final do ano eu estava bem enrolado com a faculdade, por isso, não fui acompanhando a temporada de outono e fui completando o desafio só no finalzinho do ano.
A indicação de anime pra mim, demorou, mas foram boas e curtas. Quando eu pedi pra me indicarem algo que tinha legenda ou dublagem em português do Brasil, ninguém respondeu, mas foi tirar isso e me responderam na hora. Deram várias indicações. Fiquei até na dúvida se assistia Black Lagoon ou Death Parade. Nenhum dos 2 tinha no Crunchyroll, então fui de Black Lagoon mesmo. Um anime que deu pra ver bem rápido e foi divertido. Ainda vou assistir a segunda temporada e o OVA focado na Roberta. Esse é mais um daqueles animes que me enganou, com foto da moça que limpa o chão com os inimigos, mas o protagonista é um cara japonês zé ruela. Achei isso bem legal. E a dinâmica do anime é bem rápida.

Um bom anime, divertido e dá pra assistir rapidinho

Um bom anime, divertido e dá pra assistir rapidinho

Problemas na reta final

 

Mas foi tudo certo assim que finalizei? Não. Assim que eu terminei, eu relatei o meu desafio, inclusive eu cumpri todos os extras, mas só que haviam DUAS categorias que a organizadora não aceitou.

A primeira foi de assistir um anime focado em um casal romântico. Eu usei Kotonoha no Niwa, mais um anime da Netflix e que deveria ter assistido quando estava no Crunchyroll no fim de semana do Makoto Shinkai. Ela disse que não se tratava de um casal romântico. Aí me bateu o desespero, eu pensei “Cacete, o que é romance então? Só quando termina feliz?”. E outro foi assistir um anime que era ecchi, harém, shounen ou shoujo ai, aí eu usei Wagamama High Spec, que na época era classificado como Ecchi. Só que depois, o MyAnimeList tirou da categoria de Ecchi. Eu não tinha visto essa atualização. Quando vi a mensagem, eu só pensei “PUTA QUE O PARIU!!!”, e era de madrugada, eu não sabia o que iria fazer. Nem dormi direito.

Aí o que eu fiz? Acordei e fui verificando a lista de animes que eu assisti esse ano.
O de romance que mais me preocupou, aí haviam dois animes que poderia encaixar, os bem pervertidos Okusama ga Seito Kaichō! e o especial de Bikini Warriors. Não assisti isso pelos motivos que estão pensando não, seus safadinhos. Também não vou ser hipócrita de dizer que vi pela visão crítica. Assisti porque eram curtinhos e eu já disse, assisto DE TUDO de animes de curta duração. E nem imaginava que o primeiro SERVIRIA como um anime focado num casal romântico. Se ela aceitou, quem sou eu pra reclamar? Não faço gol contra.

Completei no modo hard

Completei no modo hard

———————————————-

 

E foi assim que completei o Anime Watching Challenge de 2016 no MyAnimeList. Foi bem legal de fazer, assisti animes que estava enrolando ou não assistiria e já estou mais preparado para o desafio desse ano. O desafio deste ano já começou e está bem diferente. Já estou bem mais adiantado que no ano passado. Acredito até que no final desse mês eu já elimine metade dos desafios.

Pra quem quiser conferir, esses foram os desafios eu fiz e animes que utilizei para completar a gincana. Sim, o meu nick é o Sanosuke.

https://myanimelist.net/forum/?topicid=1469513 HYPERLINK “https://myanimelist.net/forum/?topicid=1469513&show=1150#msg44250758″& HYPERLINK “https://myanimelist.net/forum/?topicid=1469513&show=1150#msg44250758″show=1150#msg44250758

Comentários Finais:

– Agradecendo ao Diddy por ter me aconselhado a relatar sobre essa minha experiência. Foi também divertido relembrar como foi, espero que tenha esclarecido para vocês como foi ter participado.

– Se quiserem me adicionar no MyAnimeList, não tem problema nenhum.

– Se estiverem com alguma dúvida também, é só perguntarem que eu respondo.

Então é isso. Comentem o que acharam dessa história gigantesca, se têm vontade de participar do desafio esse ano, ou se pretendem criar seus próprios desafios também.
Mandem críticas e sugestões, caso tenham. E até a próxima pessoal.

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s