Versão Brasileira: Vagabond 10 – Panini

E aí pessoal, tudo bem com vocês? Bora aqui comentar rapidinho sobre o mais recente volume de Vagabond?


Vagabond: Volume 10

Diferente do volume anterior, esse daqui foi quase todo de ação. Musashi começou aproveitando a merda que o Jotaro fez para começar uma luta contra todos eles. Aí depois disso foi luta até quase no final do volume. A ação toda foi boa, teve momento que os personagens paravam para pensar no que fazer e teve o momento da ação.
E como é de costume para o Musashi, se precisar jogar sujo, ele faz também.

Esse é um dos pontos mais atraentes no Musashi, ele luta feio se precisar, joga sujo, movimentos improvisados que ele pensou na hora. O completo oposto dos samurais típicos que são todos honrados e disciplinados. Musashi é o oposto, é um cachorro louco, luta como um animal selvagem quando precisa, e um animal que faz de tudo para sobreviver e vencer.

Só que dessa vez Musashi está lutando contra vários espadachins, e de alto nível.
Um tipo de experiência que ele nunca teve. O que é legal para o desenvolvimento do personagem. Seus adversários justificaram a participação na luta, pois de bobo não têm nada. Mostraram entrosamento, técnica, capacidade física e bons planos.

Nesse volume tivemos também o reencontro entre Musashi e Otsu. Algo que esperávamos há muito tempo. E também foi fundamental para que Musashi finalmente percebesse que tentar lutar contra um velho morrendo é uma ideia estúpida. Agora resta saber como vai terminar. Embora ainda existe um espadachim do estilo que ele ainda está destinado a enfrentar.

Esse volume ainda tem algumas questões abertas, como a do Jotaro, por exemplo. Por isso mal posso esperar pra ver qual vai ser o desfecho desse arco. Espero que seja um desfecho tão bom quanto está sendo este arco.

Não dá pra não comentar sobre um mangá do Takehiko Inoue sem comentar da arte sensacional dele. E em um volume como esse que é cheio de cenas de ação, a arte se destaca mais ainda. Se alguém sente vontade de pegar essas artes e emoldurar, não sinta vergonha disso.

Comentários Finais:

– De novo temos uma leitura rápida e bem fluida.

– O trabalho da Panini novamente é excelente. Um dos melhores trabalhos da Panini do ano passado e mesmo nesse ano continuará sendo um dos melhores.

Então é isso. Comentem o que acharam do volume e da review, se gostaram ou não, podem comentar. Mandem críticas e sugestões, caso tenham. E até a próxima pessoal.

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s