Versão Brasileira: Akame ga Kill! 4 – Panini

E aí pessoal, tudo bem com vocês? Conforme dito, vindo aqui pra comentar sobre o volume mais recente de Akame ga Kill! lançado aqui pela Panini. Vamos nessa?



Akame ga Kill!: Volume 4

De novo começamos o volume com mais um momento de depressão da Night Raid. Só que dessa vez foi tratado tudo mais rápido. Não precisamos ver Tatsumi do mesmo jeito de novo, já que ele passou por isso antes e Bulat morreu nos seus braços. Então dessa vez temos a notícia ruim do ponto de vista da Mine.

Só que isso nem teve destaque no volume, e sim a estreia dos Jaegers. O exército comandado pela Esdeath. Nós vemos a apresentação deles e boa parte da história do ponto de vista do Wave, que é a “versão Jaeger do Tatsumi”, visto que ambos se parecem em quase tudo. A apresentação dos outros personagens foi feita com muito humor, boas doses de cringe e um sadismo peculiar da história. Foi bem interessante ver como são os novos inimigos do outro lado. Eles são esquisitos, insanos, porém não são personagens ruins.

E de cara, por causa do acaso, e também da Esdeath que Tatsumi conheceu os Jaegers, e isso foi ótimo para o andamento da história. Temos o desenvolvimento do Tatsumi, da Esdeath, que mostrou um lado dela que não havia aparecido direito antes, e um pouquinho de alguns membros dos Jaegers, que tanto mostraram suas teigus quanto um pouco do que eles pensam e se comportam.

A parte das lutas não teve tantas páginas quanto nos volumes anteriores, mas por um bom motivo, fomos conhecer estes personagens. E quando apareceu, foi para nos mostrar mais sobre eles. O confronto entre Tatsumi e Wave foi interessante, ainda mais pela teigu do Wave, a Blue Chariot. E está dado o pontapé inicial entre Night Raid x Jaegers. E não posso esquecer de mencionar Kurome e Seryu. A segunda nem é tão importante assim, embora foi ela quem matou a Sheele, mas é uma fanática que é pra ficar de olho. Já a primeira é ninguém menos que a irmã da Akame, o que vai render boa história, é claro.

Comentários Finais:

– Um volume muito bom, que deu pra ler bem e rápido, o que é ótimo. A arte com o seu estilo marcante, o que também é muito bom. Embora teve menos luta e violência, tivemos mais desenvolvimento de personagens e diálogos muito bons.

– Amanhã sai Boku no Hero Academia ou Zetman.

– Essa semana se preparem para duas surpresas. Possivelmente uma delas vai sair no feriado.

– Ajuda a gente a chegar até os 250 likes aí. Falta pouquinho aí rapaziada.

Então é isso. Comentem o que acharam do volume e da review, se gostaram ou não, podem comentar. Mandem críticas e sugestões, caso tenham. E até a próxima pessoal.

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s