Versão Brasileira: Vagabond 8 – Panini

E aí pessoal, tudo bem com vocês? Bora de novo comentar mais um volume de Vagabond?


Vagabond: Volume 8

Tivemos a conclusão da luta entre Musashi e Inshun. Foi uma luta boa, não enrolou, embora passou devagar esse momento de luta mental, mas foi essa a intenção do Inoue, e página que não tem muito texto, dá pra passar bem rápido, pelo menos eu faço isso. Gostei da conclusão da luta e o que acontece depois até o final do arco.

Esse final de arco temos a história do Inshun, a sua origem quando se chamava Shinnosuke ainda até seu conflito interno verdadeiro. Esse é mais um daqueles momentos que você percebe que Vagabond não é sobre espadachins lutando com técnicas violentas e sim pessoas que precisam crescer em seu interior para serem melhores seres humanos e por consequência, melhores guerreiros.
Outra lição que se tira do mangá é como o poder isola as pessoas, ainda mais quando você apenas tem ele e só busca por isso.

Terminando esse arco, agora temos o início do arco Yagyu, já com o Matahachi metendo o 171 se passando por Sasaki Kojiro. E o 17 de janeiro dele foi tão grande que até a mãe dele tomou um dibre. E esse novo arco começa bem interessante, a minha expectativa é de que o Matahachi dessa vez busque ser um espadachim de verdade, que melhore como lutador, porque até agora tá tenso. Sei que é demais esperar do Matahachi, mas vai que…, embora o que me faz acreditar um pouco nisso, é o fato dele ter descoberto sobre o Musashi, isso mexeu com ele.

Pra finalizarmos, tivemos um arco muito bom, com ótimas lutas, de novo temos passagens bonitas dramaticamente sobre o que é ser forte. Sem contar da arte sensacional de Takehiko Inoue que está sempre desenhando como um Grão-Mestre.
E é um mangá que você lê com uma velocidade incrível, uma diversão rápida e com conteúdo, como um ótimo mangá deve ser.
Como disse pouco acima, a expectativa é alta para o próximo arco. É um mangá caro, embora assinei parcelado, um ótimo desconto, mas vale muito a pena ler.

Comentários Finais:

– Já ficou bem claro o que achei desse volume, né?

– Amanhã, se tudo der certo, Boku no Hero Academia.

– Mendigando likes no Facebook porque falta pouco para chegarmos aos 250 likes.

Então é isso. Comentem o que acharam do volume e da review, se gostaram ou não, podem comentar. Mandem críticas e sugestões, caso tenham. E até a próxima pessoal.

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s