Versão Brasileira: Terra Formars 10 – JBC

E aí pessoal, tudo bem com vocês? Vamos comentar sobre Terra Formars?


Terra Formars: Volume 10

O mangá não andou tanto nesse volume, mas aconteceu várias coisas ao mesmo tempo, Primeiro achávamos que iria continuar de onde parou, com o Marcos e os outros tentando a emboscada, continuou só no início porque o que seguiu mesmo foi o Bao, que já vi que é um dos personagens mais odiados do mangá e depois eu comento porque e também por quais motivos que concordo com isso, tentando levar as suas capturas.

Só que finalmente temos a aparição do número 1 do M.A.R.S. Ranking, que é ninguém menos que Joseph G. Newton, e ele veio pra resgatar os nossos protagonistas. O motivo principal é a paixão pela Michelle, embora nos é explicado que o método que as pessoas do seu clã utilizam para buscar parceiras, mas acredito que ele tenha uma paixão pela Michelle sim. Mas sobre o personagem, eu achei sensacional toda a construção do personagem, também gostei da personalidade dele, e me pareceu realmente uma boa pessoa, não digo que é um Gary Stu (ou Gary Sue) porque ele já falhou, e falhou feio, então ele não é perfeito. Lutando achei ele bem legal também, é o completo oposto do que se vê no mangá, mas acredito que ele simboliza a perfeição da humanidade, ou algo próximo disso. Lutando sem precisar recorrer às habilidades de nenhum animal. Confesso que estou bem curioso em ver mais do personagem. E também demonstrou ser uma boa pessoa e bom capitão pelo modo como ele agiu com os outros resgatados e também sobre a sua equipe. Pode ser mais um plot twist bizarro e ser tudo diferente, mas do que vi aqui me pareceu ser alguém confiável.

Mas o que mais me chocou nesse volume foi o fato deles já terem feito um procedimento mosaico com tamanha rapidez. As baratas já pegaram o corpo de alguém que morreu há pouco tempo e já conseguiram fazer a cirurgia. O que nos leva a crer que daqui a pouco teremos mais Terraformars com procedimentos mosaicos de outros tripulantes da Annex. Se aparecer alguém que roubou o do Adolph, aí fudeu muito.

Foi bom também terem voltado pra Terra e aparecer um pouco da articulação política entre os chefes de estado, porque é uma luta entre esses países também. Mas ainda não dá pra dizer muita coisa com essa aliança da União Européia e a Alemanha, não sabemos se vão se unir à Rússia, ao Japão e Estados Unidos, ou à China ou até mesmo a ninguém.

Agora é a hora de falar do Bao. O sujeito é o capeta em forma de gente, já de cara nesse volume ele já joga de qualquer jeito a Yaeko pra morrer só pra cumprir a sua missão, é um traidor completo. Pior de tudo, quando a gente achava que ele tinha morrido, tava vivo e o desgraçado pode se multiplicar até dizer chega. Além de tudo ele é de um deboche, mesmo sendo um personagem de expressão séria, porque o que ele falou pro Marcos foi de uma sacanagem danada. Ele é irritante, difícil de ser derrotado, tem uma personalidade intragável, fala merda pro adversário, Yu Sasuga acertou em cheio ao fazer esses traidores, é um mais nojento do que o outro.

Sobre a ação, tivemos poucas lutas mas foram bem legais. A luta do Joseph foi boa mas teve umas partes que eles colocaram explicações demais, aí isso poluiu um quadro ótimo e tira um pouco da atenção também, pelo menos foi o que eu senti. A minha luta favorita foi a do Keiji, não só por gostar mais do personagem como também por como a luta foi decidida.

A luta do Marcos não tem como falar muito porque pouca coisa aconteceu, é melhor falar do plano como um todo e da discussão dele com o Bao. O plano deles não foi mal pensado, eles até chegaram na possibilidade(que sabemos que é fato) de ter alguém com o procedimento mosaico de uma bactéria. O que estragou foi o fator surpresa do próprio Bao. Mas também eles foram bem precipitados na fuga, porque cometeram o grave erro de se esquecerem das baratas, isso daí foi uma distração que não poderiam ter feito. Quanto à conversa entre Marcos e Bao, é o confronto de personagens que tem pensamentos completamente opostos, foi muito bom ver as diferenças de personalidades e motivações. Marcos nos lembrou de novo o motivo pelo qual eles foram pra missão mais louca de suas vidas. Mas eu só espero que o próximo volume ande mais.

Comentários Finais:

– Novamente leitura e traço se mantiveram como sempre. De novo deu pra ler bem, não foi tão rápido mas também não foi uma leitura arrastada, devido à algumas páginas terem muito diálogo e texto explicativo. Mas foram explicações que valeram a pena.

– O trabalho da JBC continua no mesmo nível, o que pra alguns pode ser um terror mas pra outros não. E não engulo essa de Michel até hoje. Pra que comer 2 letras do nome e deixar parecendo um nome masculino? Nunca vi nenhuma Michelle sendo chamada de Michel, acredito que também não tenha isso nos Estados Unidos. Até onde eu vi não tem lá fora esse diminutivo do nome.

– Já li Boku no Hero Academia, mas eu sempre espero a sketch pra soltar. Foi mal galerinha.

– Vagabond acredito eu que no fim de semana.

– Gente, momento mendigaria pra avisar que faltam poucos likes pra chegarmos a 200 likes. Divulga aí se vocês curtirem a nossa página porque queremos atingir logo essa meta.

– Esqueci de falar que mesmo não vendo a segunda temporada, baixei as músicas pra ouvir e estou viciado nas 2 músicas de abertura.

Então é isso. Comentem o que acharam do volume e da review, se gostaram ou não, podem comentar. Mandem críticas e sugestões, caso tenham. E até a próxima pessoal.

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s