OPM Opina #5.4: “Por que essas obras são as minhas favoritas”, por DK

Mais uma postagenzinha de aniversário da OPM! Espero que gostem.


No dia 27 de fevereiro, o blog completou 2 anos desde a sua primeira postagem. Não esperávamos que essa nossa empreitada fosse tão duradoura e ficamos muito felizes com nosso progresso até aqui. Para comemorar, resolvemos começar, a partir desse domingo, uma semana com muitos posts especiais e algumas surpresas pra vocês que nos acompanham. Nosso selo da semana de aniversário(esse aí de cima, com a senhorita Umaru) será o que diferenciará os posts especiais dessa semana dos posts comuns. Fiquem atentos!

No nosso quarto post dessa semana especial, eu, DK, um dos autores (esporádicos) do blog, falarei sobre os animes e mangás que estão listados como meus favoritos na seção Sobre o Blog. Apesar de eu também gostar de vários animes e mangas (bem menos que VG e Diddy), meu top real possui alguns animes e mangas que VG, Sano e Diddy já falaram, mas eu prefiro abordar outros para que o leque de opções seja ainda maior e pra que a gente não se repita tanto.

A lista não está ordenada por preferência nem qualidade, já aviso. Então mãos à obra.


Yu-Gi-Oh 5D’s

Sim, anime/manga de cartas. Sim, Yu-Gi-Oh com motos. Sim, existe sim o preconceito com 5D’s principalmente pra quem não tem o costume de acompanhar a franquia. A primeira vista 5D’s conta com esse estranhamento dos riding duels (como são chamados os duelos nas motos), mas a trama não se resume apenas a isso.

A história tem início, meio, fim e moral bem definidos, tem personagens carismáticos, tem sagas muito boas (em especial Dark Signers e Arc Craddle), tem plot muito bem definido e tem (na minha opinião) um dos melhores protagonistas de shounen já criados que é Yusei Fudo. É um personagem que é amigável sem ser bobo demais, é inteligente sem parecer arrogante, é humilde sem parecer derrotista, ou seja, é um protagonista por excelência. E os personagens de apoio também são muito bons. Na minha humilde opinião, é a melhor série da franquia por larga vantagem.

Kuroko no Basket

Tenho a tendência bastante grande a gostar muito de anime/manga de esporte. Kuroko apesar de ter seus “defeitos” (que eu não considero defeitos mas sim uma abordagem diferente), une duas coisas que eu adoro: animação japonesa e esporte, mais precisamente o basquete, meu esporte favorito. Normalmente faz-se a comparação até certo ponto inevitável entre KnB e Slam Dunk, mas os dois têm propósitos bem diferentes. Um aborda o dia-a-dia dos personagens tendo o basquete como plano de fundo e o unificador do elenco principal. O outro trabalha a noção de time e de pessoas que já têm o basquete como modo de vida e que acabam se unindo por ele. Resumindo: Slam Dunk e KnB são dois slice of life, sendo que em SD o plano principal é a vida privada dos personagens e em KnB o pedaço que interessa é a quadra de basquete. Costumo dizer que se você é apaixonado por basquete e quer conhecer o mundo dos mangas/animes, parta para KnB. Se você é apaixonado por mangas/anime e quer conhecer o esporte, parta para Slam Dunk.

Baby Steps

Continuando a tendência com trabalhos focando esporte, chegamos em Baby Steps, que aborda o Tênis, esporte um tanto desconhecido para o público geral, especialmente para nós brasileiros que não experimentamos intensamente a Geração Guga/Meligeni (que não é o meu caso). Mas além de ser um esporte que é pouco usual para o brasileiro, Baby Steps tem o atrativo de demonstrar a realidade no campo do que é o esporte de alta performance, que é a constante luta pra se superar a cada dia. Claro, Maruo ainda é um cara muito capacitado para o pouco tempo que ele tem no esporte, mas não deixa de ser um motivo a mais para quem não aguenta mais ver aqueles animes/mangas em que o protagonista é um gênio do esporte.

Ace of Diamond

Se Baby Steps trabalha a idéia do trabalho duro constante a cada dia e do sucesso e êxito que não caem do céu, Ace of Diamond potencializa ainda mais esse conceito. Sawamura Eijun vem de um time de baseball que beira o amadorismo mas que tem um potencial se trabalhado com esforço e paciência. E é isso que eu gosto tanto em Ace of Diamond: a capacidade de ser paciente e de que no esporte profissional a trajetória é feita de acertos e erros, sucessos e frustrações. Claro que a trama retrata não um time profissional, mas sim um time escolar, mas que tem um enfoque tão grande nos fundamentos quanto um time profissional. Daiya no Ace me cativou tanto que até mesmo eu, que acho baseball um esporte bastante maçante de assistir, fico a ponto de me empolgar e dar uma nova chance ao esporte.

 

Giant Killing

Por fim, aquele que eu acho por excelência o melhor anime/manga de esporte já feito. A perspectiva é completamente diferente do habitual: apesar do técnico ser um ponto focal na trama, o personagem principal é, literalmente, toda a estrutura do time. Jogadores, comissão técnica, administração, torcida (desde os mais brandos até os ultra), pessoas que têm sua vida financeira ligada ao clube sem estar necessariamente dentro do clube, enfim, todas as relações pessoais que envolvem direta e indiretamente o East Tokyo United (ou ETU), que num exercício de verossimilhança incrível não é um clube gigante e nem vencedor, mas sim um time considerado de “meio de tabela”. Giant Killing acerta não só no enredo mas na forma como ele é passado para nós. E claro, porque futebol é apaixonante.


É isso aí, pessoal!Para não estragar as surpresas, vamos revelando um por um os assuntos dos posts especiais. O próximo deles, que vem amanhã, sexta-feira(04), teremos postagens ao longo do dia, indicando algumas obras que não tivemos a oportunidade de recomendar anteriormente. Fiquem de olho e tentem acertar quantos títulos serão recomendados amanhã.

Para não perder nada dessa semana de aniversário, curtam nossa página no Facebook e sigam nosso perfil no Twitter!

Anúncios

Um comentário sobre “OPM Opina #5.4: “Por que essas obras são as minhas favoritas”, por DK

  1. mexicano21 disse:

    Yu-Gi-Oh (com motos) e esportes! =D

    Slam Dunk (subcitado) eu li o mangá e amei, já li alguns outros mangás de esporte e é tudo bem mais ou menos, no geral o gênero não me agrada. Tentei assistir Yowamushi Pedal, e gostei no começo mas depois se tornou insuportável, irritante, e … é, essa é minha triste história com animes esportivos =D

    Nessa temporada estou assistindo Ao no Kanata e Prince of Stride que são esportivos mas são esportes fictícios. E não recomendo os dois de todo modo, LOL

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.