Versão Brasileira: Terra Formars 6 – JBC

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Vamos direto ao assunto de Terra Formars então?


Terra Formars Volume 6

Confesso que achei que fosse ter uma opinião de que seria um volume que fosse ter muita enrolação mas não, teve mais do que eu esperava e me surpreendeu, embora eu tenho a sensação de que pra frente pode ter isso, mas explicarei depois porque.

Primeiro nós temos a história do Keiji Onizuka, que além de ter o nome mais japonês do mangá, que é um lutador de boxe, mas é o completo oposto do que se espera nesse tipo de história. De fato ele é bom, foi campeão mundial em 2 categorias, mas é o oposto do que os fãs de boxe gostam. Ele é o cara metódico que só ganha por pontos. Não sei se alguém aqui acompanha boxe ou até mesmo UFC, quase ninguém gosta desse tipo de lutadores, só em casos de ser o cara do seu país contra um estrangeiro ou algo que faça ter uma ligação com o lutador, mas o estilo de luta não. Fazendo uma comparação bem porca, ele é como o Floyd Mayweather ou o George St. Pierre(UFC).
Fazendo uma outra comparação com o futebol, é como se ele fosse aquele time retranqueiro que consegue o gol no contra-ataque e jogando feio e fechado o jogo inteiro.

E o mais incrível é que Tachibana conseguiu me fazer ficar interessado em uma história de um personagem que só veio a aparecer agora e não é um dos personagens principais. A história dele é um drama bom, tem os conflitos da carreira dele, família e até a motivação para ele entrar na missão e a escolha do animal para ser a base do procedimento é bem interessante. E ele nos dá uma luta do Keiji contra o Terra Formar bem empolgante e até mesmo emocionante no final.

Depois disso nós temos basicamente a junção das 2 divisões de Japão e Estados Unidos, ele tem muito momento “cool” mas o que nos querem passar é que ali é uma união de 2 divisões em uma disputa interna que acontece entre eles, sobre qual nação vai se sair vitoriosa e deve ser isso que vai ditar o ritmo do mangá do volume 7 em diante.

Por isso que eu fico com um certo receio de que o mangá só vai ter luta contra Terra Formars que são praticamente bonecos de massa dos Power Rangers do que ter coisas acontecendo. Eu espero estar enganado e que essa disputa acrescente algo na história pra não ficar só a repetição de lutas violentas, que são visualmente ótimas, os poderes são ótimos, tanto no visual quanto no funcional, mas não pode ser só isso a história.

Comentários Finais:

– Mais uma vez o volume se manteve no mesmo nível, tanto a parte da JBC quanto a história, assim como o ritmo da leitura, achei até dessa vez mais rápido em função de muitas lutas em que o visual contou mais.

– Sim, os mangás da JBC aumentaram 1 real de preço. Ninguém gosta disso mas é o necessário, as editoras têm razão quando falam da crise e ela recai sobre o papel sim. Acredito que com esse reajuste devem dar um jeito nos problemas de transparência que estão assombrando a editora há meio ano.

– Desculpem mesmo pelo atraso, é que eu demorei pra poder vir para o computador e tive uns atrasos.

Então é isso. Comentem o que acharam do volume e da review, se gostaram ou não, podem comentar. Mandem críticas e sugestões, caso tenham. E até a próxima pessoal.

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s