Indicamos: Kagami no Kuni no Harisugawa

O primeiro Indicamos do ano demorou, mas finalmente saiu! Vamos conferir?


Kagami no Kuni no Harisugawa é um mangá de Yasuhiro Kanou, mesmo autor de Mx0 e Pretty Face. A tradução do título em português é “Harisugawa no mundo do espelho”. Uma comédia-romântica com fantasia e um “pouco” de ecchi. Foi publicado de 2011 até 2012 na Weekly Shounen Jump.

Mas Diddy, você não havia dito que não curte ecchi na postagem do Awards 2015?
Verdade. Ecchi não é algo que eu seja muito fã ou procure ler. Mas não quer dizer que eu sinta extrema aversão ao gênero. Harisugawa (forma abreviada de se referir ao mangá) me chamou atenção pela sinopse muito interessante. Vamos a ela?

Harisugawa sempre foi apaixonado por Mao desde criança, antes mesmo de tê-la salvado de um atropelamento. Mas como um típico adolescente tímido, jamais confessou o que sente por sua amada, por medo da rejeição e desmoronamento da amizade. Em um certo dia Mao compra um espelho numa loja de antiguidades, e distraída com sua nova aquisição, estava para ser atropelada, quando Harisugawa a salva pela segunda vez. Ao invés do herói ser atropelado, ele é jogado para uma dimensão dentro do espelho!

Uma criatura desconhecida explica para Harisugawa que a partir daquele momento, ele estaria confinado dentro do mundo do espelho e que para ter contato com seu antigo mundo, apenas expondo o espelho a luz e outros espelhos refletidos pelo mesmo. Como ele fará para sair de lá? O interessante do mangá é exatamente este; é acompanhar a aproximação de Harisugawa e Mao e o desvendar dos mistérios e regras da dimensão do espelho para que o retorno do protagonista ao mundo real seja concluído.

Vale a pena ler Harisugawa?
Se você curte comédias românticas: Sim.
Não é algo tão fofo e bonitinho quanto Nisekoi, mas também não é cansativo e enrolão quanto o retrocitado.
Harisugawa é um bom mangá para passar o tempo. É curtinho (29 capítulos), divertido e atiça a curiosidade do leitor com o desenrolar da história. Dito isso, já deixo claro que não é uma obra-prima inesquecível ou mirabolante.

Espero que tenham gostado. Vejo vocês no mês que vem!

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s