Boku no Hero Academia 57, 58 e 59: Vai um penteado?

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Bora botar Boku no Hero Academia em dia?


Boku no Hero Academia 57, 58 e 59

Bom, na verdade o início do capítulo 57 não tem nada demais, só mostrando como estão alguns estudantes, embora foi engraçado ver o Bakugou sendo penteado com cabelo de boi lambido.

A parte em que Iida fala de não recuperar o braço esquerdo até se tornar um herói de verdade não ficou pior por causa do Midoriya, graças a Deus. Seria patético ver um aprendiz de herói que depende do físico atrasar sua recuperação por causa de orgulho. Parece que não aprendeu nada com o que aconteceu.

Mas o diálogo entre All Might e Gran Torino (que não vai poder ensinar por 6 meses, putz) foi o melhor do capítulo. Além de revelar um pouco alguns detalhes do passado dos dois, a conversa deles prediz o que tá começando a acontecer, que por causa do fanatismo e carisma do Assassino de Heróis, mais vilões ficarão motivados e vão dar mais trabalho para os heróis. O diálogo foi bem coerente e a preocupação é certíssima, outro acerto é o Stain, um excelente vilão. Vilão com esse tipo de ideal costuma cativar bastante o leitor, sem falar da influência que causa dentro da história.

O capítulo seguinte não teve nada demais, é o típico pós-saga, em que personagens se reunem, reparam no que o outro fez e por aí vai. Além de colocar todo o peso de “Predestinado”,”Escolhido”, “Sucessor” e tal no protagonista. O grande ponto forte foi o final, onde teve a corrida entre os alunos mais rápidos e o Midoriya mostrou resultado do treino dele, mas óbvio que o final acabou sendo mais engraçado do que surpreendente.
E o capítulo termina com o All Might dizendo que vai contar tudo sobre ele e o One For All.

E foi a história do One For All o mais interessante do capítulo 59. Tem o clichê do predestinado contra o futuro vilão que vai ser o outro lado da moeda, porém a história por trás dessas individualidades foi interessante. Mas o senhor All Might ficou nos devendo a história sobre ele, mas aqui o autor deixou um clima para concluir isso bem mais pra frente, e com direito a acontecimentos bem dramáticos no futuro.

E pra finalizar temos um encerramento que dá um tira-gosto do que tá reservado pra esse futuro.

Comentários Finais:

– Os três capítulos foram bem divertidos, embora pra ler esses 3 de uma vez foi um pouco duro, porque tiveram um bom número de diálogos, ainda mais alguns que não foram tão objetivos assim.

– Essa construção do Predestinado eu achei a menos necessária. O Deku não foi construído pra ser um Harry Potter ou Superman, ele tem mais o jeito do Homem-Aranha, que é o cara que não nasceu como o Escolhido, não tem um messianismo em cima dele mas ele inspira heroísmo por ser justamente o oposto do Predestinado.

Então é isso. Comentem o que acharam do capítulos e da review, se gostaram ou não, podem comentar. Mandem críticas e sugestões, caso tenham. E até a próxima pessoal.

Curta o Otaku Pós-Moderno no Facebook | Siga o Otaku Pós-Moderno no Twitter

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s