Indicamos: Thermae Romae

Mais uma estréia de coluna e dessa vez com um mangá que terminou recentemente na JBC. Thermae Romae.

 

Thermae Romae foi lançado pela JBC na Bienal do Livro no Rio de Janeiro, no dia 31/08/13, a coleção completa são 6 volumes com 38 capítulos.

O trabalho que a JBC fez foi lindo, capa de qualidade, um papel melhor até mesmo que o de Rurouni Kenshin(pra mim, vai ser sempre Samurai X, mas como a JBC teve que relançar com esse nome, melhor falar assim pra não confundir também), a tradução ficou ótima também, e de bônus entre alguns capítulos tem umas curiosidades. Essas curiosidades são bem legais, eu adoro, mas algumas ficavam grandes demais, aí tinha hora que tava chato ler aquilo.

Sobre o mangá. É uma leitura tranquila, leve, descompromissada. Apesar de ser umas 25-26 páginas por capítulo não era tão rápido, tinha momentos que tinham muitos diálogos e isso é bom. O traço de Mari Yamazaki é um traço de ótima qualidade, além do roteiro ter sido bom.  De início é só o Lucius caminhando entre os 2 mundos, o da Roma Antiga e o do Japão atual. Basicamente esse início é uma comparação da cultura do banho entre os 2 mundos e Lucius pegando essas idéias para desenvolver em Roma. Isso é bem interessante, pois além de ter um ritmo agradável, temos um aprendizado das 2 culturas em relação ao banho e na boa, deu muita vontade de conhecer fontes termais não só as romanas como as atuais do Japão. E se eu gostei muito de ter ido em fontes termais em Caldas Novas, eu acredito que gostaria muito das casas de banho japonesas.

Lucius tem uma aproximação com o Império e principalmente com Adriano que vai trazendo um bom desenvolvimento para a história, e o modo como ele vê Adriano influencia também em como ele vai vendo outros personagens,  mas ele também vai mudando o seu pensamento com os outros personagens e não ajuda somente ao Império Romano, ele vai ajudando a todos os tipos de pessoas possíveis e com o prazer que o banho causa, ele vai resolvendo quase todo o tipo de conflito.

Do volume 4 até o final, a história toma um outro rumo, com Lucius conhecendo Satsuki e ficando mais tempo no Japão, para ter um desfecho que mesmo sendo clichê, é satisfatório.

Thermae Romae foi uma ótima experiência que passei lendo esse mangá, na minha opinião fez jus aos prêmios que recebeu.  E parece que em certos lugares já chegou as bancas, se não comprou, compre ou qualquer coisa, pega emprestado, pra quem quer ler algo diferente e que seja agradável e divertido(além de mostrar muitas coisas das 2 culturas), pegue Thermae Romae pra ler.
Além é claro de Thermae Romae provar que vale a pena trazer mangás diferentes para o Brasil, ainda mais que tem poucos volumes.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s