Review Hunter x Hunter Episódio 124: Colapso × E × Despertar

E aí galera!

Depois de um pequenolongo hiato, as postagens devem voltar à normalidade. E pra simbolizar isso, nada melhor do que estrear um novo review semanal por aqui: Hunter x Hunter!

Obviamente, falaremos da série animada atual, já que o mangá encontra-se em hiato infinito. Com isso, as comparações entre o mangá e o anime são inevitáveis e pretendo utilizar esse recurso sempre que necessário nas reviews. Outro aviso que quero deixar é que não pretendo abordar detalhadamente pormenores técnicos como animação, trilha sonora e coisas do tipo. Esses detalhes podem ser citados, mas não serão o foco. As reviews serão concentradas na história.

Por último, pretendo fazer as reviews sem spoilers. Qualquer spoiler que passar despercebido, avisem que eu tiro imediatamente.

Dito isso, vamos começar!

Review Hunter x Hunter Episódio 124: Colapso × e × Despertar

Esse foi um tipo de episódio que eu gosto muito, com foco total em apenas uma trama, no caso, a volta de Palm. Começamos vendo Killua recarregando sua aura por meio da eletricidade e deixando o local rapidamente, até que repentinamente sente uma presença. Com sua habitual cautela, o hunter se esconde e por meio do reflexo de um de seus ioiôs consegue ver que se trata de Palm, que já havia sido mostrada saindo de uma espécie de casulo um pouco antes.

Killua, vendo as modificações no corpo de Palm, deduzindo que essas tenham sido feitas pela e temendo que isso pudesse desestabilizar mais ainda o emocional de Gon, resolve ao encontro de Palm espontaneamente. Confesso que acontece algo que pessoalmente não curto, que é a divagação de Killua sobre os poderes de Palm enquanto tenta prever se Palm é ou não uma inimiga no momento, levando em conta até mesmo a ordem de percepção das presenças de cada um pelo outro. Isso tudo acaba sendo inútil, já que em uma simples conversa, Killua entende as intenções de Palm. Já argumentaram comigo que se trata de adicionar verossimilhança na história, mas eu ainda acho partes como essa perdas de tempo do Togashi(essa cena também está presente no mangá).

Palm, sob controle das formigas, pergunta a Killua onde estaria Gon. Com a negativa, parte para cima revelando uma nova habilidade de Nen: Black Widow, uma espécie de armadura feita de cabelo. Nessa parte, temos uma luta muito interessante, com Killua sendo dominado, coisa rara de acontecer. Vendo a dificuldade do combate, o garoto resolve ganhar tempo contando a Palm sobre o estado de Gon. Só que no meio disso, Killua acaba revelando todo o seu desespero e instabilidade emocional, praticamente desabafando sobre sua incapacidade de ajudar Gon. Uma cena MUITO interessante.

Isso tudo acaba dando certo e Palm fica estática. Temos então o esperado flashback explicando o que aconteceu com a, agora, inimiga dos hunters. Ela teria sido detectada pelo En de Pitou e escolheu tirar a própria vida, o que foi evitado por Pouf e pela própria Pitou, que a modificaram para torná-la um soldado experimental, transformando-a em formiga para isso. Temos a explicação de que formigas com memórias remanescentes(principalmente as ligadas a emoções) são mais habilidosas e se desenvolvem mais rápido. A solução das formigas foi manter tais memórias, mas cortar suas ligações com as emoções através da Doctor Blythe de Pitou. Uma explicação meio simplista por parte do Togashi, que sempre tenta colocar alguma base científica nas suas obras, em especial nesse arco de Hunter x Hunter.

Após o fim do flashback, Palm recupera suas emoções e o autocontrole(Também sem explicação científica ou até mesmo lógica), destrói o pequeno clone de Pouf que dava as ordens a ela e explica a Killua a importância que ele tem para Gon, o que parece piorar as coisas para ele. Enquanto isso, Pouf lamenta o fracasso e constata que não precisará mais da habilidade de Pitou para criar novos soldados. Fim do episódio.

Comentários Finais:

– Gosto muito dessa parte do arco. Toda essa carga emocional e psicológica pesada demonstra bem o clima mais seinen, pesado de Chimera Ants.

– Palm é uma das personagens que mais muda fisicamente e psicologicamente nesse arco. Muitos acham que isso prejudica a construção da personagem. Eu já acho que essa é a natureza da construção dela.

É isso, abraço!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s